terça-feira, 15 de maio de 2012

Descalço

ele tirou os sapatos pra entrar em mim. lavou suas mãos pra se entregar. eu cuidei do meu dentro pra o receber. aguei as plantas, tirei pó dos tapetes, troquei as roupas de cama e pintei as paredes. o convidei. ele trouxe lápis de cor e um cd. pintou minhas paredes com suas cores e cantou uma bela canção em francês. de começo era uma visita tímida. mas aos poucos encheu minhas paredes de porta-retratos, organizou as gavetas pra mim, e escreveu lições pelos cantos. até hoje, ele docemente, vem me limpando, descalço, sem sujeira nos pés, me arrancando qualquer poeira ou mofo. sereno, ele já é de casa. pegou a chave e então se trancou por dentro. e depois disso nunca houve sequer um cisto imundo caindo sobre meu chão. ele é dentro de mim. e há de faxinar diariamente com um produto chamado amor verdadeiro.

10 comentários:

  1. com tudo o que tu escreve, Veronica.
    É como se me deixasse leve, mente feliz, coração confortado.
    Não sou eu, é tu quem vive isso tudo que tu escreve, mas é tão bom ler e entrar nesses pequenos trechos que eu nunca vivi nada parecido. Mas sentir como se sim, eu estivesse ali. Apreciando a mesma coisa..
    É tão impolgante um amor assim, simples e tão cheio de detalhes.

    ResponderExcluir
  2. Ah Veronica, seus textos sempre com um encanto próprio...
    adoro demais!
    está de parabéns!

    beijo

    ResponderExcluir
  3. E ela se supera a cada texto!
    O amor verdadeiro às vezes é caro e demora pra gente encontrar, mas vale a pena.
    Eu gostei demais!

    Dois abraços.

    ResponderExcluir
  4. Veronica...que coisa mais linda!!!!
    Parabéns por esse encantamento!

    ResponderExcluir
  5. onde está vc, onde estão os seus textos???

    ResponderExcluir
  6. E que sorte essa....
    como sempre, lindo texto
    Beijos

    ResponderExcluir