quarta-feira, 2 de maio de 2012

flor amarela

eu estava lavando as roupas dele quando de repente as tensões pré menstruais vieram a tona. eu grito. nem entendo. reclamo. sem motivo. ele desvia o olhar da tv e me olha como quem se diz o que diabos você tá falando. mas entende. são os sintomas. eu esfrego. ele sai. eu já me arrependo instantaneamente. ele cansou de me ouvir, saiu. - pensei. vou atras dele. não o vejo. está em cima da árvore de flores amarelas. eu desarrependo. é minha vez de pensar que diabos ele faz lá em cima. mas ele arranca uma flor. dou um sorriso amarelo. rezo mentalmente pra nenhum vizinho abrir a janela. ele pula, me entrega. e a gente ri pra caralho. eu volto pra roupa suja e ele pra tv imunda. a diferença é que agora temos uma flor amarela num copo d'água em cima da mesa.

8 comentários:

  1. dá próxima vez eu acho que você tem que por ele para lavar roupa suja e você ir ver a tv imunda ;D

    ResponderExcluir
  2. lindo meu amor.
    voce sabe como contar os acontecimentos de formas maravilhosas.
    adoro ler eles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é você que faz os momentos se tornarem maravilhosos!

      Excluir
  3. Um brinde aos homens que entendem nossos surtos. Um brinde à esse amor lindo!

    ResponderExcluir
  4. Gostei de passar por aqui.

    Beijo da Nita.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. O amor é mágica! Apenas uma flor, mas mudou um dia inteiro- ou mais.

    ResponderExcluir